Requião: Dirceu achou que podia controlar Globo com dinheiro de publicidade

Publicado em 9 agosto, 2015 5:23 am

Do conversa afiada:

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) participou nessa segunda-feira 02/08, em São Paulo, no Instituto Barão de Itararé, do lançamento do livro “Cultura do silencia e democracia no Brasil – ensaios em defesa da liberdade de expressão (1980-2015)”, do professor Venício A. de Lima.

Requião tinha acabado de denunciar o caráter pigal da prisão do prisioneiro José Dirceu, que acabou devidamente transferido para o jornal nacional.

Diante de uma plateia de blogueiros sujíssimos e do professor Fábio Konder Comparato, Requião soltou o verbo com desenvoltura que não se vê num petista (no Senado ou fora dele).

Alguns trechos do pronunciamento de Requião (a transcrição não é literal):

– Eu acreditava que o Lula era um intelectual orgânico. Mas descobri que não é. Ele foi um representante dos sindicatos para para intermediar os interesses do povo com o grande capital.

– Um dia eu contei para o Lula como tratei a Comunicação no Paraná. Cortei todas as verbas de publicidade. Investi na tevê estatal, a TV Educativa, e fiz um acordo com Hugo Chávez para distribuir o sinal pela Telesur.

– Lula ouviu, pareceu muito interessado, e me disse: vai ali e diga ao Dirceu.

– Dirceu ouviu e disse, mas, Requião, o Governo já tem uma tevê: é a Globo.

– Eles achavam que com o velho esquema do FHC, das verbas publicitárias do Governo, eles iam conquis

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!