Sem provas, Bolsonaro diz que governos anteriores incentivavam a pedofilia

Publicado em 17 maio, 2021 7:39 pm

De Mayara Oliveira no Metrópoles

Jair Bolsonaro. Foto: MAURO PIMENTEL/AFP

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta segunda-feira (17/5) que governos anteriores eram ligados ao “estímulo” e “proteção” da pedofilia. Ele não citou nomes nem apresentou qualquer prova de sua acusação.

A declaração foi feita durante cerimônia, no Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Em seu discurso, Bolsonaro criticou a criação do site Humaniza Redes, elaborado no governo Dilma Rousseff (PT) para combater crimes e ofensas aos direitos humanos na internet.

“O que dizia este site no tocante à pedofilia? Era claro, era explícito. Caso você encontre um adulto abusando sexualmente de uma criança, não interessa a idade, essa pessoa deve ser levada a um hospital para ser submetido ao laudo. Caso ela sofresse de transtorno, esse adulto seria levado ao hospital, e não para a cadeia”, declarou o presidente.

“Ou seja, era proteção à pedofilia, estímulo à pedofilia. Até porque tinha gente do próprio governo envolvida em pedofilia. Era só fazer um breve exercício”, prosseguiu, sem citar provas ou indícios de que sua fala seria verdadeira.

Bolsonaro ainda disse que, no passado, o ministério hoje comandado por Damares Alves “não servia à população nem às questões dos direitos humanos”.

(…)

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!