Stédile: Maggi paga R$ 1 milhão ao Internacional, mas não doa alimentos na pandemia

Publicado em 23 fevereiro, 2021 12:18 am
Elusmar Maggi (esquerda), ‘mecenas dos colorados’, em jogo do Internacional pela Libertadores de 2019 (Foto: Divulgação)

João Pedro Stédile foi às redes sociais nesta segunda-feira (22) criticar o empresário Elusmar Maggi Scheffer por doar R$ 1 milhão para o Internacional e não doar alimentos durante a pandemia de Covid-19.

Maggi é empresário rural no Mato Grosso e é irmão de Eraí Maggi, o “rei da soja” e primo de Blairo Maggi, ex-governador do estado.

“A família Maggi é a 7ª + rica do Brasil, reis do agronegócio, exportam s/ pagar imposto graças a Lei Kandir. Não produzem alimentos, não são solidários. Na pandemia seus caminhões não distribuiram comida. Mas para pagar milhões ao Flamengo para ter um jogador no Inter são ágeis..”, afirmou Stédile.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!