Temer e FHC se reúnem para debater estratégia que “salve o centro”

Publicado em 3 maio, 2018 8:21 am

Reportagem de Marina Dias na Folha de S.Paulo.

O presidente Michel Temer conversou nesta terça-feira (1º) com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso sobre a necessidade de unir o centro político e tentar impedir que a atual radicalização entre forças de esquerda e de direita domine o debate eleitoral no país.

Com baixíssima popularidade e sem um candidato que defenda seu legado na ponta das pesquisas, Temer tem medo que uma candidatura governista imploda antes mesmo do início oficial da campanha, em agosto, e imponha uma derrota acachapante para a coalizão que o levou ao poder em 2016.

Segundo a Folha apurou, este foi o primeiro de uma série de encontros que Temer pretende estabelecer com FHC. A ideia é que o ex-presidente José Sarney (MDB-MA) também participe das discussões —nesta terça, ele estava em Nova York, onde acompanhou sua mulher, a ex-primeira-dama Marly, em uma cirurgia no joelho e, por isso, não poderia comparecer à reunião na casa do presidente, em São Paulo.

A conversa entre Temer e FHC, de acordo com aliados, ainda não traçou um plano objetivo para a sobrevivência do chamado centro político, mas diagnosticou dois de seus principais problemas: a radicalização do cenário eleitoral, da qual o centro tende a não participar diretamente, e a grande quantidade de candidatos que se dizem deste campo, sem proposta única e que disputam entre si. 

Além do próprio Temer, que já mostrou desejo de concorrer à reeleição, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), tentam se viabilizar ao Planalto no campo governista —ambos não passam de 2% nas pesquisas—, enquanto o tucano Geraldo Alckmin aparece mais bem colocado, mas, mesmo assim, ainda no segundo pelotão de candidatos. Ele tem apenas 8% das intenções de voto.

(…)

Eles

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!