Trump, o político que faz a cabeça de Bolsonaro, ameaça fechar fronteira com o México

Publicado em 29 dezembro, 2018 10:37 am
Donald Trump. Foto: Reprodução/YouTube

Do El País

Quando o Governo dos EUA encarava seu sétimo dia de fechamento parcial, sem vislumbre de solução à vista, o presidente Donald Trump ameaçou nesta sexta-feira fechar a fronteira sul do país e reduzir a zero a ajuda à América Central se os democratas do Congresso resistirem a aprovar o financiamento de seu projeto de levantar um muro separando Estados Unidos do México.

“Nos veremos obrigados a fechar a fronteira sul completamente se os democratas obstrucionistas não nos derem dinheiro para terminar o muro”, disse Trump em um tuíte na primeira hora da manhã do dia 28 de dezembro. O presidente, além disso, cancelou seus planos de passar o ano novo na Flórida e ficará em Washington, onde um quarto do Governo Federal permanece fechado desde sábado passado.

Os democratas seguem firmes em sua recusa a financiar o muro da fronteira, promessa-chave do presidente republicano. O Congresso se recusou a tentar encontrar uma saída imediata para o fechamento, que afeta 800.000 funcionários, e que se prolongará sem dúvida até o início do novo ano. Em 3 de janeiro tomará posse o novo Congresso, fruto das eleições legislativas de novembro passado, nas quais os democratas recuperaram a maioria dos assentos na Câmara.

“Honduras, Guatemala e El Salvador não fazem nada pelos Estados Unidos além de levar nosso dinheiro. Dizem que uma nova caravana está se formando em Honduras e não estão fazendo nada a respeito. Cortaremos toda a ajuda a esses três países, que se aproveitam dos Estados Unidos há anos!”, afirmou Trump em outro tuíte, sem incluir outras informações.

(…)