William Waack considera Moro, que tirou foto com Doria, “herói” com a PM de Suzano em coluna

Publicado em 17 maio, 2018 8:56 am

O ex-jornalista da TV Globo, William Waack, elegeu seus “heróis” brasileiros na sua coluna publicada nesta quinta-feira no Estadão. Waack enaltece o juiz Sérgio Moro, que foi fotografado abraçando o ex-prefeito tucano João Doria, e a policial militar que matou um assaltante em Suzano.

“No dia em que Michel Temer organizou uma cerimônia para lembrar seus dois anos de governo as atenções estavam em Nova York, na entrega de um prêmio como personalidade do ano ao juiz Sérgio Moro. E na reprodução incessante de um vídeo no qual uma corajosa mãe PM mata um bandido assaltante na porta de uma escola na Grande São Paulo. Um símbolo perfeito para o estado atual da política brasileira. O que o governo diz que tem para mostrar importa pouco, muito menos nas eleições. Os heróis não são da política – ao contrário, são os que resolveram passar as coisas a limpo”, pontua o jornalista.

E completa: “arrisco-me a dizer que aos olhos de grande parte da população o juiz Sérgio Moro, o paladino ‘solitário’ na luta contra a corrupção, e a mãe PM Katia Sastre, enfrentando sozinha o bandidão armado, formam uma dupla de heróis que resolvem pelo empenho e coragem pessoais aquilo que hierarquias, burocracias, aparatos, instituições – governos, partidos e os políticos – não são capazes ou nem querem enfrentar”.

Waack talvez não lembre da foto afetuosa de Moro com Aécio Neves, hoje investigado no caso da JBS e caído em desgraça. E no caso da PM Kátia, o colunista apenas destaca o discurso policialesco que alguns pré-candidatos encampam nas eleições de 2018, sem estarem atentos aos reais problemas sociais do Brasil.

William Waack é o novo colunsita do Estadão (Imagem: Reprodução/TV Estadão)