LeBron versus Michael Jordan

Os recordes recentes de LeBron James sugerem que ele pode superar Michael Jordan.

Legenda
Ele foi o jogador mais jovem a atingir a marca de 20 mil pontos na NBA

A nostalgia causada por Michael Jordan aos amantes do basquete é relembrada pelo novo mito do esporte: LeBron James. Isso mesmo. James é um mito. A história está sendo escrita aos nossos olhos, a cada nova partida do craque na NBA. O Hall da Fama precisará de um lugar cativo para o ala do Miami Heat; ouso dizer que muito próximo de Jordan, senão ao lado.

Recorde atrás de recorde. Esta é a rotina de James, assim como temos visto também no futebol, com Messi que segue o mesmo caminho, com números que impressionam e causam temor até no Rei Pelé. Jordan, no basquete, vê a rápidos passos James aproximar-se de seus feitos com tremenda facilidade. Uma nova revolução no basquete.

No futuro poderemos dizer que vimos James jogar. E mais: perguntaremos quem foi melhor dentro da quadra. James ou Jordan? Nesta última semana esta questão veio mais uma vez à tona com mais uma grande marca atingida pelo jogador de 28 anos.

James tornou-se o primeiro jogador na história da NBA a marcar 30 ou mais pontos e ter um aproveitamento de mais de 60% nos arremessos em seis partidas consecutivas. Deixou para trás Adrian Dantley e Moses Malone, a quem havia igualado no cotejo diante do Lakers. Nem Jordan tem a proeza no seu currículo.

Além disto, em janeiro, o ala do Miami Heat conseguiu outra impressionante marca. Ele é o jogador mais novo a atingir 20 mil pontos na NBA. Todos os recordes de James, porém, não conseguem atingir um grande feito de Jordan. O astro da década de 90, que conquistou seis vezes o anel da NBA contra um de James até o momento, popularizou o basquete e tornou-se um mito para toda a história do esporte. Ele é para o basquete o que Pelé é para o futebol.

Jogados os fatos, não consigo ainda me responder tal pergunta questionada nos parágrafos acima. E por tal, após uma comparação fria, com números atingidos até os 28 anos dos de Jordan e James, passo a grande incógnita sobre quem será o melhor do basquete de todos os tempos no futuro para você, leitor. Divirta-se.

1# PRÊMIOS E TÍTULOS

Existe aquela famosa comparação que aos 28 anos, James já possui um título, três prêmios de MVP, oito participações no Jogo das Estrelas, além de quatro nomeações para os times ideais da NBA e para os times de defesa.

Jordan, por outro lado, não havia sido campeão, mas já contava com dois prêmios de MVP, um de melhor defensor da temporada, seis All Star games, cinco vezes na equipe ideal da Liga, e quatro para o time de defesa. Entretanto, LeBron chegou à NBA dois anos antes de Jordan.

2# COMPANHEIROS

No começo de sua carreira, Jordan não tinha grandes colegas ao seu lado. Teve Orlando Wooldridge e os restos mortais de George Gervin por uma temporada. Depois, jogou ao lado de Charles Oakley, e por fim, com Scottie Pippen, em 1987-88. Horace Grant fez parte dos três primeiros títulos do Bulls. Nos três seguintes, Dennis Rodman.

James começou ao lado de Zydrunas Ilgauskas e só. Posteriormente, chegaram nomes como Donyell Marshall, Larry Hughes, e Antawn Jamison. Shaquille O’Neal, aos 37 anos e longe de sua melhor forma física, jogou ao seu lado em 2009-10. No Heat, ele tem ao seu lado Dwyane Wade e Chris Bosh.

3# TREINADORES

Enquanto Jordan foi treinado por Doug Collins e Phil Jackson, James teve Paul Silas, Mike Brown, e Erik Spoelstra. Neste caso, não tem o que comparar. Somados, Silas, Brown, e Spoelstra, possuem 94 vitórias em pós-temporada. Só Jackson, contabiliza mais do que o dobro disso: 229 vitórias.

4# ASPECTO TÉCNICO

Jordan passou pela Universidade de North Carolina, onde começou a aprimorar a sua técnica. Mas durante sua carreira, ele mudou o seu estilo. Continuou agressivo, porém, melhorou a qualidade de seu arremesso de média distância e seguiu sendo um dos melhores defensores de seu tempo.

LeBron sempre foi explosivo, mas é um jogador que possui habilidade e visão de um armador e a força de um ala-pivô. James está com 28 anos e ainda está longe de ter um declínio físico. Seu arremesso melhorou nos últimos anos e em 2011-12, converteu 53.1% de suas tentativas e 36.2% nos três pontos, ambas melhores marcas da carreira.

5# ASPECTO MENTAL

Todo mundo sabe que Jordan é um dos maiores fechadores de jogos de todos os tempos. Quando ele entrava em quadra, logo seus adversários sabiam que teriam muitas dificuldades. Mentalmente, como certa vez disse Phil Jackson, Jordan acabava com o seu oponente antes mesmo de a bola subir.

James ficou muito marcado pelas performances contra o Dallas Mavericks, quando decepcionou nas finais. O apelido de amarelão surgiu quando ele errava suas tentativas ou se omitia no último arremesso. Mas John Paxson (1993) e Steve Kerr (1997), definiram os títulos naqueles anos com o último arremesso. A final contra o Oklahoma City Thunder, porém, parece ter diminuído essa pressão. Parece…

6# OLIMPÍADAS

Ambos possuem duas medalhas de ouro nas Olimpíadas. Jordan fez parte do Dream Team, que conquistou o mundo em 1992, em Barcelona. Mas antes, ele foi campeão em 1984, em um time de universitários.

James venceu nas últimas duas edições: em Pequim-2008 e em Londres-2012. Nas duas situações, a seleção norte-americana esteve com os principais jogadores da NBA.

7# POPULARIDADE

Os dois são ícones. Isso é fato. Jordan foi, durante sua carreira, o jogador que mais vendeu camisas. Três vezes campeão, Jordan deixou a Liga em 1992-93 para tentar a sorte no beisebol. Como não teve sucesso, retornou ao Bulls contra o Indiana Pacers no dia 19 de março de 1995, utilizando a camisa 45. Pouco depois, voltou a usar a famosa 23. Naquela temporada, o Bulls foi eliminado pelo Orlando Magic. No entanto, nos três anos seguintes, o time de Illinois foi tricampeão incontestável e Jordan parou novamente. Posteriormente, tornou-se presidente do Washington Wizards. Mas sua vontade de jogar foi maior e ele deixou o cargo em 2001-02. Sem o mesmo sucesso, encerrou definitivamente sua brilhante carreira aos 39 anos.

LeBron explodiu antes mesmo de chegar à NBA. Conquistou milhares de fãs, mostrou ser um jogador diferenciado e levou o Cavs aos playoffs entre 2005-06 e 2011-12, chegando a disputar uma final contra o San Antonio Spurs em 2006-07, mas foi derrotado após quatro jogos. Em 2010-11, o mundo parou para acompanhar “A decisão”, onde ao vivo, anunciou que iria para o Miami Heat. James teve sua camisa queimada pelos torcedores de Cleveland, que o acusaram de traidor. Em duas temporadas de Heat, duas finais. Primeiro, foi derrotado pelo Dallas Mavericks, mas em 2011-12, o time da Flórida bateu o Oklahoma City Thunder e ele finalmente obteve o seu primeiro anel de campeão.

8# A GRANDE QUESTÃO

Jordan e James jogaram em épocas diferentes, mas nem tanto. MJ aposentou-se em 2002-03 e LeBron chegou ao Cavaliers em 2003-04. Logo, seu sucessor foi escolhido pela mídia. Porém, entre eles, Kobe Bryant foi o dono da NBA por vários anos e já possui cinco títulos.

É difícil afirmar, com certeza absoluta, quem é melhor entre Michael Jordan e LeBron James. Jordan é tido por uma imensa maioria como o melhor de todos os tempos, mas será que James já chegou lá? Veja abaixo um vídeo com highlights da carreira de cada um. Quem sabe isso ajude você a formar a sua opinião.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!