Estudo mostra que ateus e agnósticos têm sono mais saudável que religiosos

Publicado no blog de Paulo Lopes

Estudo da Academia Americana de Medicina do Sono mostra que ateus e agnósticos apresentam probabilidade significantemente maior de dormirem melhor que católicos e batistas, mas os cientistas ainda não sabem o motivo.

De acordo com resultados preliminares obtidos de entrevista com 1.501 pessoas, 73% dos ateus e agnósticos informaram que dormem sete ou mais horas à noite, o que é recomendado para garantir uma boa saúde.

Dos católicos, 63% disseram que têm sono com a duração recomendada e em relação aos batistas, 55%.

Verificou-se, também, que as dificuldades desses religiosos em adormeceram são maiores que as dos ateus e agnósticos.

A estudante da Baylor University em Waco, Texas, Kyla Fergason, autora do estudo, afirmou que as igrejas demonstram cada vez mais preocupação com a saúde mental de seus fiéis, mas não têm tratado da qualidade do sono.

Acrescentou que com mais tempo de sono “os membros das comunidades religiosas poderiam expressar mais amor e compaixão, integridade no raciocínio e comportamento moral, em vez de raiva e julgamento do caráter alheio”.

“Dormir melhor poderia ajudar algumas pessoas a terem mais fé ou a se tornarem melhores cristãs? Não sabemos, mas a certeza é que o sono tranquilo é fundamental para a saúde mental, física e cognitiva.”

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!