Exclusivo: com dinheiro público, Zambelli abasteceu quase 500 litros de combustível para ficar 4 dias em SP. Por Caique Lima

Carla Zambelli. Foto: Najara Araújo/Agência Câmara

Entre março e setembro de 2019, Carla Zambelli gastou R$ 5.869,98 no Auto Posto Tremembé, em São Paulo.

Só em Abril a deputada gastou um total R$3.273,59 em combustível. O que mais chama a atenção neste número é que a deputada gastou, em dois abastecimentos, um total de R$1.655,74.

No dia 17, a deputada abasteceu um total 308,555 litros de álcool. 12 dias depois, no dia 29, foram 64,918 de álcool, 50,166 de gasolina comum e mais 54,245 de gasolina aditivada. No total, a deputada abasteceu 477,884 litros de combustível, o suficiente para rodar cerca de 3,9 mil quilômetros.

Com essa quantidade de combustível, daria para ela ir de São Paulo a Manaus, no Amazonas.

Esta quantidade lhe rendeu cerca de 4 dias em São Paulo.

Ela e seu ex-assessor, Carlos Siqueira, embarcaram juntos para o Aeroporto de Guarulhos em 17 de Abril e voltaram a Brasília no dia 20. 

No dia 29 uma nota fiscal de R$698,60 foi emitida e um dia depois (30) Zambelli e seu assessor foram de volta à Brasília.

Esse vai e vem entre São Paulo e Brasília de Zambelli e seus ex-assessores Fábio Constantino, Augusto Pacheco e o já citado Carlos Siqueira, foi pago com R$ 35.916,52 de dinheiro público.

Nesse período, a deputada colecionou faltas na Câmara.

Ela teve 6 ausências não justificadas em comissões e 4 ausências em plenários. Justiça seja feita, Zambelli se ausentou 3 vezes de plenários (entre os dias 23 e 25 de Abril) por licença para tratamento de saúde, mas o motivo não consta nas outras ausências.

Enquanto isso, nas redes, pedia para que se comparasse seus gastos com os de Erika Kokay, deputada do PT.

Seu pedido é uma ordem:

Uso da cota parlamentar das deputadas Carla Zambelli e Erika Kokay em Abril de 2019. Foto: Reprodução

Todos os números citados foram retirados do Portal da Transparência da Câmara dos Deputados.

O DCM procurou Carla Zambelli, que não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

Foi solicitado à Câmara dos Deputados um relatório de atividades de Carla Zambelli e seus ex-assessores, Fábio Constantino, Augusto Pacheco e Carlos Siqueira no mês de Abril de 2019.

O DCM aguarda o relatório para publicação.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!