EXCLUSIVO: Quem é e como opera o empresário que financia apoiadores de Ciro para atacar Lula

Veja o Carlito Neto
Carlito Neto fala do empresário pró-Ciro. Foto: Reprodução

O youtuber, cientista político e estudante de Direito Carlito Neto, dono do canal O Historiador, postou o seguinte no Twitter em 14 de outubro:

“Sabe quem me ofereceu dinheiro para atacar o Lula? Um milionário cirista que inclusive hoje apoia alguns canais pró-Ciro, e sabe o que eu disse quando me ofereceu grana? Que não cobrava nem recebia para criticar ou defender ninguém meu trabalho é baseado nas minhas análises”.

O DCM apurou que Carlito se refere ao empresário e trader do mercado financeiro Jair Ferrari Filho, filho do técnico agrícola Jair Ferrari, de Maringá, um dos sócios da Ferrari & Zagatto e da Fort Green Comercial Agrícola.

Fontes consultadas pelo Diário informaram o nome do empresário, que foi confirmado por outras pessoas.

Veja Jair Ferrari Filho
Jair Ferrari Filho no WhatsApp. Foto: Reprodução

A empresa de seu pai tem filiais em várias cidades no Paraná. De acordo com a Gazeta do Povo, o pai dele foi eleito o Empresário do Ano em Maringá em 22 de maio de 2012 após votação da qual participaram entidades e empresários maringaenses, além da prefeitura e da Câmara Municipal de Maringá (CMM).

Em 2020, a Ferrari & Zagatto foi avaliada em R$ 579 milhões.

Veja o pai de Jair Ferrari Filho
O pai de Jair Ferrari Filho. Foto: Reprodução

Jair Ferrari, o pai, esteve em eventos com Ricardo Barros, deputado líder do governo Bolsonaro, e Cida Borghetti, esposa de Barros e ex-governadora do PR. É bolsonarista.

Quem conviveu com Jair Ferrari Filho diz que ele é antissocial, fã de filmes da DC. Antipetista, ele apagou as fotos que tinha na internet.

Como ele se comporta na internet

O empresário compra computadores de R$ 10 mil e até R$ 15 mil para youtubers. Dá de presente fones de ouvido e envia superchats de R$ 300 e até R$ 500 em transmissões ao vivo de canais ligados a Ciro Gomes.

Ele compartilha em aplicativos de mensagens memes sobre a “terceira via” contra Lula e se identifica no aplicativo de mensagens Signal como “seu_murdoch”, alusão ao dono da Fox News, Rupert Murdoch.

Veja Jair Ferrari Filho no Signal
Jair Ferrari Filho no Signal. Foto: Reprodução

Quem Jair Ferrari Filho tentou comprar

O youtuber Carlito Neto, O Historiador, e os jornalistas Helder Maldonado e Marco Bezzi receberam propostas do empresário. Ele cobrava um posicionamento anti-Lula e pró-Ciro Gomes na produção de conteúdo.

O empresário chegou a mandar presentes aos canais consolidados e algumas doações. Mas, após um contato mais próximo, tanto O Historiador quanto Galãs Feios se afastaram dele.

Uma fonte que pediu anonimato encaminhou mensagens com exclusividade ao DCM mostrando como o empresário cirista agiu.

Em uma das mensagens, afirmou o seguinte:

“Se os ciristas identificarem algum grau de envolvimento qualquer do PT com a passeata de 29… Preparem-se, pois… A ‘mulecagem’ (sic) vai aumentar. Na verdade, a ‘mulecagem’ nem começou de verdade ainda. Isso é só um ensaio. Vocês me encontraram em algum canal cirista por aí. Abraço. Tempo é limitado”.

Em outra série de mensagens, encaminhadas por Carlito Neto, Ferrari Filho recomenda que os youtubers não fiquem esperando o apoio do Lula que “não virá” e “vocês estão postergando o inevitável”.

Ele também diz que fez uma “cobrança light”.

Veja mensagens de Jair Ferrari Filho
Mensagens de Jair Ferrari Filho encaminhadas ao DCM. Foto: Reprodução
Veja as mensagens de Jair Ferrari Filho
Mensagens de Jair Ferrari Filho encaminhadas ao DCM. Foto: Reprodução

Um dos canais que hoje é apoiado por Ferrari Filho é o “Ciro Progressista”, que tem apenas 9,26 mil inscritos. Como ele não conseguiu entrar num acordo com canais grandes, como Galãs Feios e O Históriador, com mais de 300 mil inscritos, mudou de estratégia e passou a visar canais novos. Sua mudança de comportamento ocorreu quando Lula foi reabilitado politicamente.

Helder Maldonado, fundador dos Galãs Feios, contou que o empresário “rompeu” quando eles se negaram a atacar Lula. “Sem novidades. Ele assediou todo mundo no YouTube”.

Veja o Helder Maldonado
Helder Maldonado do Galãs Feios fala do empresário. Foto: Reprodução

Segundo Carlito na Revista Fórum, o empresário chegou a oferecer R$ 300 por “minuto de ataque” contra Lula.

Outro lado

O DCM encaminhou as seguintes perguntas ao empresário Jair Ferrari Filho:

1 – Por qual razão o senhor tentou apoiar os canais O Historiador e Galãs Feios?

2 – Por que o senhor ofereceu dinheiro em troca de ataques contra Lula?

3 – O senhor conhece Gustavo Castañon e a “Turma Boa” do PDT?

4 – Seus interesses na política envolvem sua atividade no mercado financeiro?

Até o momento da publicação dessa reportagem, não recebemos respostas.