Felipão mostrou no Palmeiras que é o Bolsonaro do futebol. Por Moisés Mendes

Felipão e Bolsonaro. Foto: Reprodução/Twitter

PUBLICADO NO BLOG DE MOISÉS MENDES

POR MOISÉS MENDES

Felipão foi mandado embora pelo Palmeiras. Sempre foi a expressão do bolsonarismo no futebol, antes mesmo da existência do bolsonarismo.

É direitoso, esquemático, previsível, quadrado. Desde o 7 a 1 contra a Alemanha, Felipão só maltrata e brutaliza o futebol. É o que Bolsonaro faz na política.

Marcos Rocha, aquele lateral que lança bolas na área com as mãos, durante todo o jogo, é a cara das soluções pensadas por Felipão. Rocha é induzido pelo técnico ao atalho simplista e medíocre.

Felipão, o amigo de Bolsonaro e adorador de Pinochet, vinha fazendo no Palmeiras o que Bolsonaro faz no governo.

Uma hora Bolsonaro também irá tomar 7 a 1.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!