Felipe Neto relaciona “pilares do fascismo” com atos de Bolsonaro e companhia

Felipe Neto e Bolsonaro – Foto: Reprodução/TV Cultura

Após afirmar que é contra desgastar Lula e que “não há espaço pra 3ª via no Brasil até 2022”, o influenciador e empresário Felipe Neto relacionou atos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seus apoiadores com os 10 pilares do fascismo, citados por Jason Stanley no livro “Como funciona o fascismo”.

No Twitter, Felipe publicou a seguinte thread:

1- Despertar nas pessoas uma nostalgia de tempos antigos. Esse pilar vemos todos os dias, nas lembranças nostálgicas dos fascistas com a ditadura.

2 – Propaganda. A propaganda fascista trabalha para a criação de super-heróis. Eles gritam: “CONTRA A CORRUPÇÃO” – enquanto corrompem. Eles gritam: “CONTRA IDEOLOGIAS” – enquanto implantam a sua ideologia. Gritam: “CONTRA O SISTEMA” – enquanto ficam décadas dentro do sistema.

3- Anti-intelectualismo. Fascistas atacam universidades e dizem que são antros de doutrinação, principalmente comunista. Também dizem q são propagadoras de atos imorais. E somente o “super-herói” pode acabar com a “zona”.

4- Teorias da Conspiração O fascismo sempre tenta destruir a percepção da realidade, criando inimigos imaginários ou aumentando inimigos reais. Há sempre organizações de domínio global, ameaça comunista e planos de assassinatos. Tudo, obviamente, mentira.

5- Hierarquização da sociedade. É a famosa política do “nós contra eles”, onde “nós” somos a mais alta classe social intelectual, que enxerga a verdade e caminha com a moral ética, enquanto o resto é uma sub-espécie humana que não merece ser levada a sério.

6- Vitimização. O fascista, sempre composto por pessoas pertencentes a grupos privilegiados, começa a gritar que está sendo vítima de minorias. Medidas q ajudem pobres, negros, mulheres, LGBTQIA+ tornam-se ameaças e fascistas dizem q são ELES os perseguidos.

7- Criminalização de opositores. Fascistas se aproveitam da posição de poder para tentar criminalizar opositores de todas as formas que forem possíveis.

8- Disseminação de tensão sexual. Os fascistas usam da moralidade sexual para implementar medo na população. Os opositores são sempre “imorais”. Eles também utilizam a tática da pedofilia para imputar a todo opositor a imagem de pedófilo.

9- Definição de moralidade Dps de pulverizar medo relacionado a questões sexuais, o fascismo se aproveita para se auto-definir como “bastião da moralidade”.

10- Qualquer um que resista é um preguiçoso. Por último, o fascista se coloca na posição de único que realmente trabalha pelo seu país, dando à oposição a pecha de “vagabundos” e que “só querem recuperar a mamata”.

Espero que essa thread explique, de uma vez por todas, porque ninguém está errado em chamar o atual governo brasileiro de fascista. Até agora, nossos pilares democráticos ainda estão resistindo, mas eles já deixaram claro que estão loucos para derrubá-los.

 

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!