Filho de brasileiros envolvido no ataque ao Capitólio é indiciado pelo FBI e pode pegar mais de 25 anos de prisão

Samuel Camargo, indiciado pelo FBI após ataque ao Capitólio

Filho de brasileiros, nascido em Boston, um certo Samuel Camargo, de 26 anos, 26, foi indiciado pelo FBI por se envolver nos atos de insurreição insuflados por Donald Trump nos EUA.

Camargo usou o Instagram e o Facebook para se gabar de sua participação no cerco ao Capitólio na semana passada e foi acusado de quatro crimes federais.

“Acabei de falar com um agente do FBI”, escreveu no Facebook em 8 de janeiro. “Acho que fui inocentado.”

Não foi.

Um post no Facebook implorava perdão por seu papel no ataque à sede do governo americano (veja abaixo).

As postagens foram citadas em uma denúncia criminal.

Samuel Camargo

A conta ainda está ativa e Samuel, que hoje vive na Flórida, continua publicando fake news.

Não caiu a ficha do burro.

De acordo com as autoridades, Camargo estava presente em diferentes momentos do ataque.

Uma testemunha forneceu a captura de tela mostrando uma peça de metal de uma estrutura desconhecida do prédio ou terreno do Capitólio e sua admissão de que “levou algumas recordações”. 

Se for condenado, o otário pode pegar mais de 25 anos de prisão.

 

 

To all my friends, family, and people of the United States of America I apologize for my actions today at the Capitol in…

Publicado por Samuel Camargo em Quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!