Flávio Bolsonaro se diz vítima de perseguição e leva enxurrada de críticas no Twitter

Flávio Bolsonaro. Foto: Pedro França/Ag. Senado

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) foi ao Twitter nesta quarta-feira (15) para apresentar sua versão dos fatos a respeito dos imóveis que adquiriu e que, segundo o Ministério Público, serviram para uma operação criminosa com foco no peculato, ou seja, desvio de dinheiro público para proveito próprio.

Ele disse que as acusações são infundadas. Disse que o Ministério Público o persegue, divulgando para imprensa informações sobre uma investigação que corre em sigilo de Justiça. Disse que vai provar sua inocência na Justiça.

Só não disse como vai fazer isso. Só não explicou como conseguiu comprar imóveis por um preço em um ano e vendê-los no ano seguinte com um acréscimo de valor de mais de 200%.

Resultado: levou uma enxurrada de críticas, inclusive de seus próprios apoiadores. Veja, abaixo, algumas manifestações dos internautas:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!