Flávio Dino: Bolsonaro foi acometido por ciúme de Doria ou delírio ideológico para cancelar compra das vacinas

Nesta quarta-feira (20), o governador do Maranhão , Flávio Dino (PCdoB), concedeu entrevista ao DCM sobre a ‘revolta da vacina’ iniciada por Bolsonaro no caso da CoronaVac e a humilhação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Flávio Dino apontou que a vacina será determinada de acordo com critérios científicos, não por opiniões políticas.

‘O Bolsonaro por ciúme do Doria, ciúme do Pazuello ou algum delírio ideológico com a China promover uma guerra, a minha explicação é essa: foi que ele à noite foi acometido de um patológico ciúme do governador Doria, do próprio ministro da Saúde.

O governador sugeriu que Bolsonaro pode ter se ofendido porque ‘todos concordaram com o ministro da Saúde’ ou até mesmo um chamado internacional fez com que o presidente deixasse de cuidar dos interesses do brasileiros.

Veja:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!