VÍDEO: Flávio Dino manda indireta para Bolsonaro por declaração sobre fuzil

Flávio Dino (Foto: Reprodução)

Neste sábado (28), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB-MA), rebateu o presidente Bolsonaro por chamar de “idiota” quem diz que é preciso comprar feijão em vez de fuzil.

“Defender uso de fuzil na política é compatível com a fé cristã?”, questionou Dino.

“Amar Deus sob todas as coisas e amar ao próximo como a si mesmo. Tem gente que esquece essa segunda parte do mandamento e acha que pode ter ódio e matar o outro, pegar o fuzil e dar um tiro na cabeça do outro. Não façam isso não, isso não é coisa de Deus. Quem é do lado de Deus não defendeu fuzil para dar tiro na cabeça alheia”, disse ele na cidade de Barreirinhas.

Confira abaixo:

Leia também 

1- Freixo detona Carluxo e sugere que vacina contra raiva pode acalmá-lo

2- ‘Preso’: internautas já decidiram o destino que querem para presidente

Bolsonaro e Fuzil

Nesta sexta-feira (27), ao conversar com apoiadores na saída do Palácio do Alvorada em transmissão ao vivo pelas redes sociais, Bolsonaro disse:

“O CAC está podendo comprar fuzil. O CAC que é fazendeiro compra fuzil 762. Tem que todo mundo comprar fuzil, pô. Povo armado jamais será escravizado. Eu sei que custa caro. Tem um idiota: ‘Ah, tem que comprar é feijão’. Cara, se não quer comprar fuzil, não enche o saco de quem quer comprar”.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!