Folha: Bolsonaro berrou por Bebianno e retuitou ‘Pitfilho’ a aliados. Por Fernando Brito

O presidente Jair Bolsonaro — Foto: Evaristo Sá/AFP

Publicado originalmente no Tijolaço

POR FERNANDO BRITO

Ao melhor estilo “Tropa de Elite”, o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência levou um “pede pra sair”, diz a Folha, em reportagem de Igor Gielow, onde se diz que Jair Bolsonaro esperava aterrissar em Brasília com [Gustavo] Bebianno demitido.

A Folha apurou que Bolsonaro esperava que o ministro pedisse demissão já no começo desta quarta (13), para que ele voltasse a Brasília de sua internação em São Paulo com um trunfo para conter os impactos do caso. Não deu certo. Bolsonaro irritou-se, chegando a gritar com interlocutores ao telefone de dentro do hospital Albert Einstein, exasperado com a situação e os relatos do próprio Bebianno de que não havia crise porque ele estava conversando normalmente com o presidente.

Diz Gielow que Bolsonaro se encarregou pessoalmente de retransmitir a aliados o “sacode” do Pitfilho no ministro, endossando a humilhação pública de seu ex-braço direito eleitoral. Tanto que soou patética a tentativa de defesa feita por Onyx Lorenzoni a O Globo, dizendo que Bebianno é ‘sério, responsável e correto’.

Chamo a atenção para as informações do texto de que o episódio gerou apreensão na ala militar do Governo. Gielow é pessoa com muitos contatos neste meio, por ter sido, durante muito tempo, o analista da Folha em questões de Defesa e assuntos militares.

Militar, como se sabe, resolve conflitos no Boletim de Serviço, não no Twitter. Oficial superior não bate boca com oficial subalterno.

Ao que parece, frustraram-se as recomendações médicas para uma “dieta leve” para Jair Bolsonaro nos primeiros dias do hospital. Entre o sapo e o pepino, ao que parece, ele escolheu o pepino.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!