Forças Armadas afundam na lama com 9 militares envolvidos na roubalheira das vacinas

Aziz abriu a porteira para passar a desmoralização das Forças Armadas

O ministério da Defesa perdeu uma grande oportunidade de ficar calado quando emitiu uma nota repudiando o presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz, e classificando suas declarações sobre o envolvimento de militares em corrupção como um “desrespeito”.

Carlos Almeida Baptista Junior, comandante da Aeronáutica, chegou a ameaçar os membros da CPI, alegando se tratar de um alerta. “É apenas essa”, blefou.

Imediatamente foi desmoralizado por Felipe Neto, que não economizou no desaforo.

Vai ameaçar a puta que pariu, babaca”, disse o youtuber. “Tome vergonha nessa tua cara e lembre-se que trabalha pra gente, não o contrário”.

De lá para cá a coisa só piorou.

Já são oito os militares implicados em denúncia de corrupção na CPI da Covid, todos sob o comando do general Eduardo Pazuello, conforme aponta o deputado Paulo Pimenta (PT-RS).

O silêncio da caserna é revelador da desmoralização.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!