Fórum racista e misógino na internet comemora massacre em Suzano

Publicado originalmente na Ponte

Foto: Montagem/Reprodução

POR LEONARDO COELHO E MARIA TERESA CRUZ

“Descobriram o perfil do herói”, escreve um anônimo, sob o pseudônimo de Sanctvs, no Dogolachan, um dos mais conhecidos “chans”, que são fóruns de disseminação de ódio e incitação a crimes que opera na internet. O perfil dos frequentadores é o dos “incels”, os celibatários involuntários, homens que não conseguem fazer sexo e culpam as mulheres e o mundo por isso: são racistas, misóginos, homofóbicos e compartilham conteúdo pornográficos com predileção a pedofilia, além de incitarem o estupro, conforme a Ponte mostrou numa série de reportagens no ano passado.

A comemoração anônima se seguiu de outras tantas, capazes de embrulhar o estômago de qualquer um, nesse mesmo local virtual na deep web, poucas horas após o massacre de Suzano, na Grande São Paulo, ocorrido na manhã desta terça-feira (13/3) e que deixou 10 pessoas mortas. Deep Web é o nome dado para uma zona da internet que não pode ser detectada facilmente pelos tradicionais dispositivos, garantindo privacidade e anonimato para os seus navegantes. Para acessá-la é preciso utilizar softwares como o Tor, por exemplo.

(…)

Na sequência, postagens dos participantes do fórum começaram a dar conta de que os atiradores seriam frequentadores do grupo e que, inclusive, teriam informado a pretensão de realizar o ataque. Identificado como DPR, o moderador do fórum faz uma espécie de texto-manifesto com supostas explicações para o ataque.

“Luiz era um rapaz injustiçado, não somente pelo sistema mas por questões culturais, aonde ser branco demais, ter nariz grande ou espinhas são motivos suficientes para sofrer uma especie de terrorismo psicológico durante anos e dessa forma, cultivou seu ‘Mr.Hyde’ a ponto de deixar aflorar. Guilherme era um bom garoto que acabou descobrindo da pior forma possível que brincadeiras podem ser tornar pesadelos reais”, escreve o moderador.

(…)

Além das mensagens de elogio à barbárie, uma delas, datada de 7 de março e endereçada ao DPR – que seria o moderador do fórum -, é atribuída a um dos atiradores, que agradece as dicas para a realização do plano.

(…)

Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui.

Clique aqui e assine nosso canal no youtube

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!