Foto que Doria tirou com FHC chama atenção pelo terror estampado na face do tucano

Atualizado em 8 de abril de 2023 às 14:48
Doria e FHC: “Esta noite encarnarei no seu cadáver”

Seguramente um dos personagens mais sinistros da política nacional, João Doria distribuiu para a mídia amiga e postou em suas redes sociais uma foto tenebrosa.

Ele aparece com um FHC visivelmente alquebrado, constrangido, se esforçando para fingir que lê a biografia do “gestor”, aberta numa página aleatória, enquanto Doria se apoia em seu ombro, com um sorriso diabólico.

Doria mandou dar a nota na Veja, que saiu com uma cascata de que o ex-presidente está “moderadamente otimista” com o governo Lula. FHC prefaciou o opúsculo, que ele não vai ler. Talvez nem Doria o faça.

Como tudo na vida do personagem, o livro não é para vender, e sim para promoção pessoal e limpeza de imagem. “O Poder da Transformação” é assinado por um ex-jornalista chamado Thales Guaracy, que parece ter se especializado em subliteratura. Na Editora Abril, onde fez carreira na segunda divisão, ele era conhecido como “dos Thales, o menor”, em alusão a seu homônimo, Tales Alvarenga, diretor de redação da Veja.

Claro que não se conta a verdade sobre a traição a Geraldo Alckmin, sobre a farinata e o “Bolsodoria”. O Metrópoles diz que há uma menção à famosa cena da suruba.

Uma assessora na prefeitura de São Paulo lembra com indignação a repercussão causada pelo vídeo. “Era um absurdo, dava para ver que era montagem. Eu nunca tinha ouvido a expressão deep fake, foi a primeira vez”, afirma. Um laudo da Polícia Federal, porém, concluiu que não havia sinais de adulteração. Isso, evidentemente, ficou de fora da obra.

Se a família de FHC gostasse dele, evitava esse tipo de situação. O abuso financeiro contra idosos está entre os tipos de violência com maior incidência, ao lado do registro de casos de ameaça e maus-tratos.