“Sou defensor do Alckmin como vice de Lula”, diz Freixo

Deputado federal é pré-candidato ao governo do Rio

Freixo
Marcelo Freixo apoia Alckmin como vice de Lula

Marcelo Freixo demonstrou ser um dos apoiadores da candidatura de Geraldo Alckmin como vice de Lula. O deputado federal explicou que o ex-governador de SP dará tranquilidade ao petista no relacionamento com alguns setores da sociedade. E até mesmo no Congresso.

“Sou defensor do Alckmin como vice de Lula. Acho que, mais do que garantir a eleição do Lula, ele trará governabilidade. E acho que precisaremos muito disso no pós-Bolsonaro”, comentou.

Alckmin deixou o PSDB, e agora trabalha para se filiar a um partido. Ele está muito próximo do PSB, mas não descarta a possibilidade de ir para outra agremiação. O ex-governador já avisou para aliados que aceitará ser vice de Lula, caso receba o convite oficialmente.

Freixo é um grande defensor da campanha do ex-presidente, tanto que é favorável a federação entre o PSB e PT. O deputado também é um dos defensores de uma frente ampla para vencer o bolsonarismo. Tanto na esfera federal quanto na estadual.

Leia mais:

1 – VÍDEO: No Brasil, Weintraub foge de repórter ao ser perguntado sobre os ministros do STF

2 – Casos de Covid explodem e governadores reabrem leitos nos estados

3 – Agora vai: Diogo Mainardi pede a Ciro Gomes que “não desista”. Por Carlos Fernandes

Marcelo Freixo diz que terá o apoio do PT no Rio

Recentemente, surgiu a notícia que o PT lançaria um pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro. O parlamentar relatou ao jornal O Globo que a informação não era verdadeira.

“[Andre] Ceciliano foi o primeiro a me ligar de manhã cedo desmentindo. Ele é candidato ao Senado. É o que ele e a militância (do PT) dizem. Não vou gastar um milímetro de energia com o que não existe. Agora, existem pessoas que não têm interesse que nossa campanha cresça”, explicou.

“A direção nacional do PT está irritadíssima com essa bobagem. Se tem um lugar que a gente não tem um problema entre o PT e o PSB é o Rio. Essa pedra não existe. O único significado disso (dos rumores) é abrir crise onde não precisa. Isso não faz o menor sentido. A militância do PT está muito próxima (do PSB) porque construímos essa pré-candidatura juntos”, completou.

Participe de nosso grupo no WhatsApp clicando neste link.

Entre em nosso canal no Telegram, clique neste link.