“Fui um homem tóxico, um péssimo marido, mas jamais tive relação que não foi consensual”, diz Melhem

Marcius Melhem

Em entrevista ao jornalista Mauricio Stycer no UOL, o ator e diretor Marcius Melhem reconhece ter cometido vários erros ao se relacionar com mulheres com quem trabalhou na Globo. “Fui um homem tóxico, um marido péssimo, uma pessoa que cometeu excessos ao se relacionar com pessoas do seu próprio ambiente de trabalho”, diz.

Mas refuta acusações de violência sexual: “Embora confesse os meus excessos, eu jamais tive alguma relação que não fosse consensual e jamais pratiquei algum ato de violência com quem quer que seja na minha vida”. “Mergulhei na minha própria lama para entender os meus erros”, diz Melhem

Dizendo que pretende combater mentiras ditas a seu respeito, Melhem anunciou que entrou com uma ação na Justiça contra a advogada Mayra Cotta para que ela prove as denúncias contra ele. Em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, na Folha, Cotta falou em nome de seis mulheres que acusam o artista de assédio sexual. “Sou a pessoa mais interessada que tudo seja esclarecido”, diz.

Melhem também disse que, mesmo lamentando ter que tomar esta atitude, fará uma interpelação judicial a Dani Calabresa, pedindo que ela confirme ou desminta relatos de assédio que teria sofrido. Em reportagem da revista Piauí que chegou às bancas na sexta, o repórter João Batista Jr. descreve em detalhes uma tentativa de assédio sexual ocorrida numa festa, em um bar, em 2017.

“Com uma das mãos, ele imobilizou os braços da atriz. Com a outra, puxou a cabeça dela para forçar um beijo. Assustada, Calabresa cerrou os lábios e virou o pescoço, mas Melhem conseguiu lamber o rosto dela. Em seguida, tirou o pênis para fora da calça. Enquanto a atriz tentava soltar os braços e escapar da situação, acabou encostando mão e quadris no pênis de Melhem”, detalha a Piauí.

Leia na íntegra.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!