Gabeira deveria ser contratado como assessor de imprensa de Sergio Moro. Por Moisés Mendes

Fernando Gabeira

Publicado originalmente no blog do autor

POR MOISÉS MENDES

Fernando Gabeira deveria ser contratado como assessor de imprensa de Sergio Moro. Em artigo no Globo hoje, ele tenta explicar por que continua apoiando a Lava-Jato. É uma enrolação sem fim.

É mais ou menos como o pedido de desculpas de Moro ao MBL. A direita descobriu que tudo se presta para pedido de desculpas.

Gabeira é um caso a ser estudado pelo jornalismo. Tem passado como “guerrilheiro” (muitos já disseram que ele nunca foi nada) e, como político verde, depois de algum tempo passou a fazer o jogo da direita.

Circula com reacionários, ataca Lula e o PT há anos, é amigo de golpistas e faz o gênero jornalista descolado ambientalista.
É a melhor estratégia para qualquer um hoje, em qualquer área. Ser reaça politicamente, mas ser amigão das plantas e dos bichos, ou ser progressista em relação aos costumes.

O cara se opõe a todos que promovem algum tipo de avanço social por ação política e coletiva, articula-se com o discurso do conservadorismo (às vezes tira fotos com gente da extrema direita), mas gosta de falar da natureza, das ciclovias, dos sapos, da Mata Atlântica e do mico leão dourado.

Defende as árvores e fala das ameaças à camada de ozônio, mas não ergue a voz contra fazendeiros grileiros e desmatadores. O desmatamento, para figuras dessa turma do Gabeira, é coisa de homens maus, mas tudo chinelão, nunca grandes latifundiários articulados com políticos poderosos.

Essas figuras são invariavelmente vegetarianas e falam como se fossem monges. Tipos como Gabeira são os melhores amigos da direita, porque enganam a esquerda. O jornalista lamenta a perseguição a Jean Wyllys, mas é moderado ao falar dos perseguidores.

Como já observou o jornalista Kiko Nogueira, ele consegue dar voltas e ser cuidadoso até com os milicianos que assassinaram Marielle Franco.

Por isso Gabeira é o criador do modelo tanga de crochê. Causa impacto, mas não significa nada do que pretende significar. A verdadeira turma de Gabeira está mais próxima de Kim Kataguiri, de Fernando Holiday e dos coronéis da Avenida Paulista.

Eles adoram as reportagens de Gabeira sobre passarinhos.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!