Glauber Braga diz que foi “voto vencido” na presepada do PSOL com a PEC 5

Glauber Braga PSOL
Glauber disse que obedeceu orientação do PSOL

Glauber Braga usou o Twitter nesta quarta (20) e afirmou aos seus seguidores que é favorável a PEC 5/2021. Porém, ele votou contra porque seguiu a orientação do PSOL.

“Fui voto vencido na bancada do PSOL e acato a orientação de maioria. A PEC 5 não é alteração estrutural, com controle popular, etc… Mas é pequena resposta ao MP como braço do sistema penal-punitivo e todo o desastre econômico que proporcionou. Não me revolto se for aprovada”, disparou.

A bancada do PSOL na Câmara votou contrariamente ao Projeto de Emenda à Constituição (PEC) número 5. A PEC foi rejeitada pela Câmara dos Deputados. Isto significa que não vai haver mudança na composição do CNMP. 297 parlamentares foram favoráveis a proposta, enquanto 182 contrários. Para ser aprovada, eram necessários 308 votos.

Uma nova votação acontecerá em outra sessão. Os deputados vão apreciar o texto original. É preciso que 308 parlamentares votem sim, em dois turnos, e depois o projeto é avaliado no Senado. Caso os senadores aprovem, a PEC entrará em vigor.

Confira o tuíte abaixo:

PSOL criticado por aliados da esquerda

A decisão da bancada do PSOL em votar contra a PEC não caiu muito bem entre outros partidos de esquerda. Isto porque o PT e o PCdoB foram favoráveis e parlamentares dos dois partidos consideravam essencial barrar o autoritarismo de promotores.

Deltan Dallagnol, por exemplo, agiu como um agente político, perseguindo o ex-presidente Lula. Só que foi protegido por colegas, enquanto prejudicava políticos.