Globo fura fila de profissionais e promove Maju, 1ª mulher negra, na bancada do Jornal Nacional

Maria Júlia Coutinho (Foto: Divulgação)

Nayara Bolognesi no site da TV Foco informa que o Jornal Nacional está no ar há 45 anos e somente um jornalista negro surgiu na bancada: Heraldo Pereira. Hoje, como moça do tempo, no quadro de previsão meteorológica, chamada pelos colegas de emissora de Maju, a jornalista Maria Julia Coutinho de 36 anos tem experiência em bancada. Apresentou telejornais na TV Cultura de São Paulo ao lado de Heródoto Barbeiro, hoje âncora na Record News.

De acordo com o jornal  O Globo, pela colunista Patrícia Kogut, Maria Júlia Coutinho, a Maju, passará a fazer parte da bancada do “Jornal Nacional” na escala do fim de semana. Ela estreia no próximo sábado (16), nas folgas de Renata Vasconcellos. A jornalista, que fala da meteorologia no jornalístico, já havia assumido a bancada do Jornal Hoje aos sábados.

Maju foi recentemente elogiada por seu desempenho como âncora no Jornal Hoje pelo Editor Chefe e âncora do Jornal Nacional, Willian Bonner. O que sempre chamou a atenção do publico é a boa relação entre Willian Bonner e Maju, sempre descontraídos, inclusive com a distância entre os estúdios, no Rio de Janeiro e São Paulo.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!