Globoplay passa vergonha se comparado com Netflix e Amazon na tecnologia

Globoplay (Foto: Divulgação)

Daniel Castro do site Notícias da TV informa que a plataforma de streaming da Globo, o Globoplay está recebendo investimentos que visam, a médio prazo, torná-lo competitivo com a Netflix no mercado brasileiro. Seu conteúdo ainda está longe da diversidade do ofertado pela gigante do streaming, mas vem melhorando muito. Além do acervo da Globo, há séries exclusivas, como Assédio, e boas produções internacionais (The Good Doctor e Killing Eve entre elas).

No quesito tecnologia, no entanto, o Globoplay passa vergonha quando comparado a Netflix e Prime Video, da Amazon. Dois recursos muito básicos ainda estão capengas nos aplicativos de televisores conectados.

Se você pausar o seu programa no Globoplay durante apenas três minutos, corre o risco de vê-lo recomeçar do zero ao dar play novamente. E não dá para fazer avanço ou retrocesso rápidos. Você tem que teclar para avançar ou retroceder de dez em dez segundos. Se tiver que avançar 30 minutos, por exemplo, além do tempo perdido, dará 1.800 apertos no controle remoto.

Mal comparando, é como se o Globoplay estivesse nos tempos do videocassete _se bem que o velho e bom VCR tinha os botões fast foward e fast rewind.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!