Há 21 anos, Márcia Goldschmidt estreava no SBT, batia a Globo e se deparava com situações bizarras

Márcia Goldschmidt estreava no SBT e causaria uma revolução na TV com temas populares. Foto: Divulgação/SBT

O jornalista Aaron Tura da TV Foco informa que tudo começou com um anúncio no jornal: “Procura-se uma mulher para ser apresentadora de TV”.  Cerca 700 mulheres atenderam ao chamado feito pelo SBT. A ideia de Silvio Santos era criar uma versão brasileira de um programa de muito sucesso na televisão americana.

Depois de muitos testes, pilotos, e a direção do próprio Sílvio Santos, estreava em 29 de Julho de 1997 o programa Márcia. A apresentadora escolhida era Márcia Goldschmidt, praticamente uma desconhecida do grande público. Márcia, que na época tinha uma agência de casamentos, apresentava um programa na Rede Mulher de Televisão, atualmente Record News, que falava de relacionamentos entre casais.

Naquela noite na tela do SBT, o telespectador encontrou um programa diferente de tudo que já havia sido apresentado nos últimos anos na televisão brasileira. Conflitos e discussões, numa linguagem popular, sobre temas polêmicos, como “Não sou obrigada a cuidar dos meus filhos” e “Você pode ficar com todas, menos com a minha mãe”, ganharam a atenção do público que logo fez Márcia ganhar da TV Globo no Ibope. As vitórias inclusive passaram a ser constantes e a apresentadora até então desconhecida logo ficou famosa em todo o Brasil. De semanal a atração passou a ser diária, depois deixou o horário nobre e foi exibida às 18 horas para evitar a concorrência da novela da TV Globo, mas logo voltou para as 22 horas.

 

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!