Homem que ameaçou matar Doria na Paulista é militante do partido de Bolsonaro e foi denunciado à polícia

O advogado Marcelo Pegoraro ficou conhecido do dia para a noite, inclusive pelo Esquadrão Antisseqüestro da Polícia de São Paulo, que recebeu a denúncia na manhã deste domingo, segundo o deputado federal tucano Alexandre Frota.

O militante do Aliança Pelo Brasil fez um vídeo durante protesto contra o isolamento social na avenida Paulista, neste sábado, 11, ameaçando o governador João Doria.

“Você vai morrer, filho da puta”, gritava enquanto um colega gravava tudo.

“É isso que vai acontecer. A gente vai lá na sua casa e vamos quebrar a sua casa inteira, seu pau no c*. É isso que o pessoal quer falar para você, seu filho da puta”.

Com Bolsonaro tomando café na padaria (Imagem: arquivo pessoal)

Marcelo é um ativista da extrema-direita e usa suas redes sociais para difundir teorias conspiratórias e atacar o governador de São Paulo e a Globo.

Tem fotos com Bolsonaro e filhos em diversas ocasiões e com a deputada Carla Zambelli.

É fã do pastor Silas Malafaia. Um cidadão de bem clássico.

O Código Penal tipifica não apenas a ameaça de morte, mas qualquer ameaça de causar um mal injusto e grave, no artigo 147, com punição de seis meses a um ano de detenção, ou multa.

Pegoraro com a deputada Carla Zambelli
Bolsonaro e Pegoraro

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!