Homem que usava suástica em bar de MG é pecuarista, bolsonarista e cidadão de bem

José Eugênio Adjuto com suástica nazista em bar de Unaí (MG)

José Eugênio Adjuto é o sujeito que estava usando uma suástica no braço esquerdo num bar de Unaí, em Minas Gerais.

Adjuto, de 57 anos, não foi abordado pela PM.

Em nota oficial, a corporação alega que os policiais não consideraram que o caso se enquadraria “com precisão” ao crime previsto no Artigo 20 da Lei 7.716/89.

Multa e prisão de até cinco anos para quem “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo“.

O boletim de ocorrência só foi lavrado na noite de quinta-feira (15), quase 24 horas após o ocorrido, quando as imagens ganharam repercussão nacional.

O primo de José Eugênio postou uma pedido de desculpas no Facebook, afirmando que o parente tem problemas “psíquicos”.

A família é conhecida na cidade.

José Eugênio, como sói acontecer, é cidadão de bem.

Seu Twitter é uma antologia do pior do bolsonarismo:

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!