Homônimo do sócio picareta de Flávio Bolsonaro, Alexandre Santini vai às redes desesperado explicar que está fora do rolo

Alexandre de Souza Santini Rodrigues, que teve o azar de ter o mesmo sobrenome do sócio de Flávio. (Reprodução: Facebook)

O parceiro de Flávio Bolsonaro na loja de chocolates, Alexandre Santini, é apontado como ‘sócio-laranja’ por investigações do Ministério Público. A empresa Bolsotini, dona da franquia, obteve lucro bem abaixo do que o valor que Flávio declarou a Receita.

Sobrou para o homônimo Alexandre Santini, nas redes sociais, que teve de colocar um aviso em seu facebook esclarecendo a confusão:

“AVISO IMPORTANTE

Pessoal, tem um homônimo meu envolvido aí em mais uma laranjice do Flávio 01 Bolsonaro. O nome do homem é Alexandre Santini, não é meu parente e – pasmem! – não sou eu. Parece que o bolsofilho e o meu xará tem uma sociedade numa loja de doces e chocolates na Barra da Tijuca, e que a empresa acoberta com sua fachada legal esquemas de rachadinhas e lavagem de dinheiro. Isso segundo a denuncia do Ministério Público que, segundo consta, caiu como uma bomba no terceiro andar do Palácio do Planalto.

Agradeço aos amigos que desde às 06 da manhã me estão mandando mensagens, e me zoando evidentemente, mas só lembrando: este Alexandre Santini aqui é apenas um rapaz latino americano sem dinheiro no banco, não tenho carro, apartamento, loja de sapatos e muito menos uma fantástica fábrica de chocolates sabor laranja 😂😂😂

[EDIT] Em tempo: o nome do laranja do 01 é Alexandre Ferreira Dias Santini. O meu é Alexandre de Souza Santini Rodrigues ..”

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!