Huck se coloca como o anti-Bolsonaro. Por Gilberto Maringoni

O apresentador Luciano Huck durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça – Ciaran McCrickard – 23.jan.20/World Economic Forum

Publicado originalmente no perfil de Facebook do autor

Muita atenção para este artigo de Luciano Huck, publicado na Folha. É um discurso redondinho contra as desigualdades, contra o sistema tributário regressivo, as várias discriminações na sociedade e muito mais.

Exatamente na linha da entrevista de Armínio à BBC, na segunda. Não adianta dizer que se trata de hipocrisia. Há competência aqui.

Huck não apenas encarna o liberalismo progressista que nos fala Nancy Fraser, como ocupa um espaço da esquerda, totalmente vago. Ele vai além e se coloca como o anti-Bolsonaro. Poderá crescer.

A formulação deveria acender todas as luzes amarelas da esquerda.

Boa parte de nós deixou de falar do presente e do futuro e se contenta em propagar um suposto legado e o vitimismo sofrido com o golpe.

Não existe vácuo em política. Além de lugar-comum, trata-se de verdade acabada.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!