Ibope é sinal de alerta para campanha de Haddad: canto da sereia atrapalha. Por Joaquim de Carvalho

Fernando Haddad em Campinas. Foto: Ricardo Stuckert

O resultado da pesquisa Ibope deve ser interpretado como sinal de alerta para Fernando Haddad. Com 21 pontos, vê interrompida a trajetória ascendente.

Jair Bolsonaro também caiu um ponto, de 28 para 27. Ciro Gomes e Marina subiram um ponto, de 11 para 12 no caso de Ciro e de 5 para 6 no caso de Marina. Já Geraldo Alckmin permaneceu empacado nos 8 pontos.

Nos dois últimos dias de campanha, Haddad tirou a camiseta vermelha com a estampa de Lula, vestiu camisa azul com botão, aparece com mangas arregaçadas.

Conforme artigo de Helena Chaves, ex-ministra da Comunicação Social entre 2010 e 2014,  Lula teria orientado Haddad a se manter no discurso de esquerda, pelo menos até o segundo turno, tempo adequado para a formação de novas alianças.

Haddad tem chances reais de se eleger presidente, mas não pode dar atenção ao canto da sereia (na mitologia, com a sedução provocada pelas sereias através do canto, os marinheiros são atraídos, descuidam-se e naufragam).

Nitidamente, Haddad moderou o discurso.

Esta eleição, pelo menos no primeiro turno, é plebiscitária: os eleitores serão convidados a dizer sim ou não para a injustiça cometida contra Lula.

No segundo turno, o passaporte para eleger Haddad se chama Jair Bolsonaro. Lá o confronto será da civilização contra a barbárie e, nesse quesito, Haddad dá de goleada.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!