Ideias da extrema-direita circulam livremente no Brasil e Bolsonaro é seu porta voz, diz historiador

 

Nos últimos anos no Brasil, cresceu de maneira surpreendente a propagação de valores e manifestações associados à extrema-direita, observa o historiador Luís Edmundo de Souza Moraes, professor da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), onde coordena o Núcleo de Estudos de Política da instituição.

Ele falou à Radio France Internationale.

Para o historiador, o deputado federal Jair Bolsonaro PSC-RJ é o que melhor simboliza essa extrema-direita na esfera política.

“Ele consegue conjugar e falar sem timidez alguma coisas relativas a esse campo de valores que recusa a igualdade, a universalidade de tratamento, princípios e valores da democracia liberal. De certa forma, ele se torna porta-voz. Pessoas que na sua formação não tiveram barreiras a esse conjunto de valores, aderem e encontram nisso um movimento poderoso”, avalia.

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!