Idoso é espancado até a morte por bolsonarista em SC

Fábio Leandro Schlindwein. Foto: Reprodução

Publicado originalmente no ClickCamboriíú

POR PEDRO GUILHERME

Nesta quarta-feira, 27, por volta das 16h, a Polícia Militar foi acionada via Central Regional de Emergências (CRE) – 190, para atender uma ocorrência de Ameaça, na Avenida Alvin Bauer, no Centro de Balneário Camboriú, onde, segundo a denúncia, havia um andarilho perturbando e ameaçando no local.

A guarnição ao chegar no local, encontrou o Corpo de Bombeiros prestando atendimento à Antônio Carlos Rodrigues Furtado, de 61 anos, que estava inconsciente.

Foi apurado por meio de duas testemunhas que visualizaram da janela de seu estabelecimento comercial uma discussão entre a vítima e Fábio Leandro Schlindwein, 44 anos, autor do fato, que trabalha em um estacionamento.

As testemunhas informaram que Fábio estava muito alterado e proferindo palavras impróprias de cunho ofensivo à Antônio. Relataram que a vítima neste instante afastou-se de Fábio, entretanto, a discussão continuou. Antônio foi para a calçada e em seguida, Fábio iniciou com as agressões. Após o ato, Antônio caiu no chão, e Fábio continuou a agredi-lo. Em ato contínuo, o idoso levantou-se e pediu para cessar com a agressão, pedido este ignorado pelo autor do fato. Neste momento, a vítima caiu novamente no chão, desta vez, desacordado.

Fábio relatou para guarnição que Antônio veio conversar com ele sobre política. Ambos se alteraram e as agressões iniciaram. Com a informação do próprio agressor de que a discussão havia sido política, a reportagem do Click Camboriú apurou que um é eleitor de Bolsonaro, enquanto o outro, admirador do Lula.

Entretanto, testemunha relatou à reportagem que a discussão não teria sido por causa de política, e que o agressor costumeiramente xinga quem para em frente ao portão do estacionamento. Há relatos também de que Antônio era encrenqueiro, e segundo a testemunha, a vítima infartou após ser agredida.

A viatura do SAMU também deslocou ao local e prestou atendimento a vítima que estava em parada cardíaca, porém, a vítima não resistiu e veio a óbito no local. Foi acionada a Polícia Civil, IML e a Perícia, os quais compareceram no local.

Por ter agredido a vítima até ela infartar e provocar sua morte, Fábio foi conduzido à delegacia por homicídio doloso, juntamente com as testemunhas.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!