Inspirem-se nessa mulher: não sejam covardes, enfrentem seus adversários. Parabéns, Dilma. Por Elika Takimoto

Dilma

PUBLICADO NO FACEBOOK DA AUTORA

POR ELIDA TAKIMOTO

No dia de hoje, aniversário da Dilma, não posso deixar de lembrar o quanto fiquei surpresa ao ver a Dilma que a mídia escondeu no dia do julgamento do Impeachment.

Até aqueles que sempre a criticaram tiraram o chapéu para a força apresentada.

Se a mídia apoiasse Dilma, teríamos uma líder inconteste de nosso povo da qual todos poderíamos nos orgulhar a despeito de seus defeitos que em nada afetaram a soberania do país.

Ela falou por quase 14h em uma defesa memorável que já entrou para a história.

Dilma deu um show de coragem, de dignidade e de respeito à biografia e à democracia. Foi lindo, vale lembrar, vê-la se dirigindo com a cabeça erguida ao senador Perrela, que teve um helicóptero apreendido com meia tonelada de cocaína e que a acusa de crime. Foi um deleite ver a cara do Aécio que de tão delatado foi considerado como aquele que seria o “primeiro a ser comido” pela Lava Jato, como disse Sérgio Machado.

O circo foi tão estapafúrdio que havia gente como o senador Romero Jucá que foi pego em gravação conspirando para acabar com o governo Dilma e a Lava Jato.

Enfim, esses são apenas exemplos dentre quase todos que estavam ali acusando Dilma de crime de responsabilidade.

O Brasil é o único país onde uma presidenta que não cometeu crime algum foi condenada por políticos comprovadamente criminosos.

E isso ficou ainda bem explícito no dia em que esta acareação foi feita.

Não foi à toa que Dilma aceitou a condição de ser interrogada por 14 horas. Ela sabia que precisava sobretudo defender o processo democrático e sua biografia.

Que o golpe seja dado, mas que a relutância seja documentada e saia nos livros de história.

Neste dia, que foi em Agosto de 2016, liberei todos de qualquer responsabilidade aqui em casa. Pedi, inclusive, para que meus três filhos matassem aula, que a Lucimar deixasse tudo para lá e orientei para que todos acompanhassem o quanto conseguissem o processo.

Ouçam, meus filhos, observem o olhar de Dilma e sua postura.

Inspirem-se nessa mulher. Não sejam covardes, enfrentem seus adversários.

Assistimos todos uma aula magna de dignidade e de resistência.

Fui dormir naquele dia deixando Dilma ainda acordada e se defendendo.

Estava ainda sem acreditar.

Eu após uma palestra e depois de responder a uma meia dúzia de perguntas fico esgotada emocionalmente. Dilma estava há quase 12h quando fui me deitar dando uma aula de democracia e um banho político nos senadores.

Que mulher é essa? Será sempre, para mim, uma grande inspiração.

Enfim, o golpe foi consumado e a diminuição da desigualdade social do Brasil voltou a ser um sonho.

De forma paradoxal, sinto-me uma vitoriosa.

De tudo o que vi até agora, depois de observar atentamente o discurso de quem acusou a minha presidenta e saber da índole de muitos que apoiaram o golpe e as razões pelas quais isso ocorre terem ficadas mais do que esclarecidas, eu me envergonharia, isso sim, de estar ao lado de quem atacou esse Coração Valente.

Parabéns, Dilma Roussef. Pelo dia de hoje e por tudo o que você é.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!