Jair Bolsonaro faz jus às Forças Armadas. Por Carlos Fernandes

Publicado originalmente no perfil de Facebook do autor

As sucessivas humilhações pelas quais passam o alto generalato das forças armadas brasileiras no governo Bolsonaro nos mostram de que matéria é feita nossos militares.

A vexaminosa desautorização pública vivenciada recentemente pelo general Eduardo Pazuello, da Saúde, e os frequentes ataques sofridos pelo general Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, não só por parte de seu colega de ministério, o grileiro e desmatador Ricardo Salles, mas dos próprios filhos do presidente, são as provas inequívocas que não existe um pingo de honra nessa casta de aproveitadores e parasitas do Estado brasileiro.

“Honra” essa, aliás, advogada pelo vice-presidente Mourão ao se referir ao seu amigo íntimo e torturador confesso, Brilhante Ustra.

Se algum dia houve alguma dúvida sobre a completa ausência de caráter, honestidade e coragem dessa gente, Jair Bolsonaro, no alto de sua escancarada inaptidão para tudo que seja minimamente digno, provou que do mais raso soldado até o atual ministro da Defesa, todos, sem exceção, não passam de capachos a serviço de um projeto de destruição da própria Pátria que, dizem, juraram defender.

Justiça seja feita, Jair Bolsonaro é realmente a melhor e mais fidedigna representação no Brasil daquilo que em países civilizados seria uma instituição dedicada à garantia da soberania nacional:

Covarde, inescrupuloso, corrupto, inepto e indecente.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!