Janaína Paschoal sai em defesa de médica que crê em cloroquina, DNA alienígena e esperma demoníaco

A doutora Stella Emanuel

Janaína Paschoal encontrou sua alma gêmea na medicina.

A “musa do impeachment” saiu em defesa da “dra. Stella Immanuel” no Twitter.

“Por que a esquerda não se indigna com o fato de a grande mídia calar a voz de uma mulher negra? Só são dignas de voz mulheres negras que dizem o que querem que elas digam? Podem divergir! Claro! Mas deixem Stella Immanuel falar!”, escreveu.

Não se trata da “voz de uma mulher negra”, mas de uma picareta ligada a grupos obscurantistas de extrema direita.

O vídeo da médica de Houston defendendo a cloroquina viralizou e foi postado por famosos como Trump a debilóide Madonna, entre outros.

A BBC fez um perfil curto da “médica”:

Nascida em 1965, Immanuel se formou em medicina pela Universidade de Calabar, na vizinha Nigéria — e possui uma licença médica válida, de acordo com o site do Texas Medical Board, a associação médica desse Estado americano.

Ela também é pastora e fundadora do Fire Power Ministries em Houston, uma plataforma que usou para promover conspirações ligadas à medicina.

Seus sermões estão disponíveis em uma conta do YouTube criada em 2009.

Há cinco anos, ela alegou que DNA alienígena estava sendo usado em tratamentos médicos e que os cientistas estavam preparando uma vacina para impedir que as pessoas fossem religiosas.

Algumas de suas outras alegações incluem culpar bruxas e demônios pelo surgimento de doenças — uma crença bastante comum entre alguns cristãos evangélicos — embora ela diga que eles fazem sexo com pessoas em um mundo de sonhos.

“Eles se transformam em uma mulher e depois dormem com o homem e coletam seu espermatozoide … depois se transformam em homem e dormem com um homem, depositam o esperma e se reproduzem mais”, disse ela durante um sermão em 2013.

Immanuel também é ferozmente contra o casamento gay, que, segundo ela, pode resultar em adultos se casando com crianças, de acordo com o site Daily Beast.

Ela também oferece uma oração para remover uma maldição geracional, originalmente recebida de um ancestral, mas transmitida através da placenta, diz o perfil dela no site de notícias. (…)

Depois que o Facebook tirou o vídeo dos America’s Frontline Doctors na terça-feira, ela declarou que Jesus Cristo destruiria os servidores da gigante das mídias sociais se seus vídeos não fossem restaurados na plataforma.

O Facebook não relatou uma interrupção em seus serviços.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!