Joaquim Barbosa: votação no Senado “foi encenação para justificar tomada do poder”