Jornalista argentino denuncia postagem de Bia Kicis defendendo notório neonazista do país

O jornalista argentino Bruno Bimbi utilizou as redes sociais nesta terça-feira (3) para denunciar postagem na qual a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) defende Carlos Pampillón, notório neonazista do país.

No Twitter, Bimbi escreveu:

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Congresso Brasileiro, a bolsonarista Bia Kicis, em defesa do neonazista argentino Carlos Pampillón (Print Screen de Leandro Demori) É a mesma que se encontrou com a vice-neta alemã de um ministro de Hitler.

Para quem não o conhece, aqui está Pampillon em ato público junto com o mais famoso nazista argentino, Alejandro Biondini, que tentou registrar o PARTIDO SOCIALISTA NACIONAL ARGENTINO na Justiça Eleitoral argentina.

Para quem, de fora da Argentina e sem conhecer nossa flora e fauna, não entende por que digo “nazista” a Alejandro Biondini, deixo esta outra foto dele. Este é amigo de Pampillón, por sua vez amigo de Bia Kicis, amiga de Bolsonaro.

“Outro caso a se somar às dezenas de coincidências que ligam Bolsonaro e seus amigos ao nazismo”, destacou ele.

Doutor em Estudos da Linguagem (PUC-Rio) e autor dos livros “Casamento igual” e “Fim do armário”, Bimbi também indicou algumas reportagens sobre o surgimento de gangues neonazistas ligadas a Pampillón em Mar del Plata. 

LEIA – Bolsonaro também se reuniu com deputada neonazista neta de ministro de Hitler

LEIA MAIS – Bolsonarista Bia Kicis celebra encontro com deputada do partido neonazista alemão