Jornalistas da Globo estão se mordendo de ciúme de Felipão por causa do nome do cachorro de Bolsonaro. Por Moisés Mendes

Felipão e Bolsonaro. Foto: Reprodução/Twitter

PUBLICADO NO FACEBOOK DO AUTOR

Merval Pereira, o Alexandre Garcia que deu certo (porque tem uma sobrevida impressionante), insinua que Manuela D’Avila e Glenn Greenwald podem ter pago o hacker filiado ao PFL.

É o recado da linha a ser seguida pela polícia política de Sergio Moro. Merval só passa a mensagem adiante.

A Globo agarrou-se a Sergio Moro, e os dois afundam juntos no redemoinho.

Há meses nenhum veículo do grupo publica uma linha sequer contra Bolsonaro. Para não desgostar o ex-juiz amigo, encurralado pela própria armação dos hackers de Araraquara.

A Globo decidiu que seus humoristas ficarão fazendo piadinhas pretensamente críticas, que apenas humanizam os Bolsonaros, enquanto o jornalismo sesteia e Merval, Diogo Mainardi e outros fazem o jogo sujo.

A Globo perdeu até para o Queiroz. Não sai mais nada sobre o chefe dos laranjas no jornal dos Marinho. Muito menos sobre o mandante do assassinato de Marielle. Os milicianos chegaram ao poder e puseram a Globo de joelhos.

Ontem, depois do jogo do Palmeiras, Bolsonaro foi ao vestiário para dizer a Felipão que tem um cachorro com seu nome.

Felipão, adorador de Pinochet, achou o máximo. Alguns jornalistas da Globo ficaram com ciúme de Felipão.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!