Jovens rejeitam Bolsonaro e buscam novo nome para 2022, diz pesquisa

Bolsonaro jovens
Jovens rejeitam Bolsonaro e vão votar em outro candidato

Para 45% dos eleitores e 16 a 34 anos não há hipótese de votar em Jair Bolsonaro em 2022. A informação é da pesquisa Ipec. Eles dizem que votam em qualquer outro candidato, independente da ideologia. Isto porque estão insatisfeitos com a questão econômica.

A alta da inflação e a dificuldade para conquistar emprego são dois motivos para a rejeição do presidente com os jovens. “Antes do governo Bolsonaro, nunca precisei deixar de comer alguma coisa pelo preço. Nunca vi os alimentos tão caros”, disse a analista de transportes Gisele Caires. Ela deu entrevista para o Estadão.

Os eleitores desta faixa que pretendem votar em Bolsonaro não passam dos 24%. Na eleição passada, ele tinha 31% da preferência deste público. “É impossível que haja um candidato que me represente menos”, afirmou o locutor Felipe Tellis, de 29 anos.

Há também desinteresse de jovens no processo eleitoral. Segundo dados do TSE, os eleitores de 16 e 17 diminuíram em 2,3 milhões. Uma quantidade bastante considerável.

Leia mais:

1 – Eduardo Leite não cumpre promessa e sobe em palanque com Aécio Neves

2 – Justiça determina prisão preventiva de filha de ex-deputado acusada de lavar dinheiro do tráfico

3 – Após detonar a Universal, Andressa Urach anuncia que voltará à igreja: ‘preciso do perdão de Deus’

Bolsonaro em queda e Lula em crescimento

Pesquisa Genial/Quaest de outubro mostra que presidente Jair Bolsonaro (sem partido) perdeu eleitores para Lula (PT) entre os que votaram nele no segundo turno de 2018. 21% dos que escolheram Bolsonaro para presidente no segundo turno migrariam para Lula.

52% ainda escolheriam o atual mandatário, enquanto 12% dizem que votariam em branco, nulo ou ainda não sabem responder.

Já entre os que votaram em Fernando Haddad no segundo turno, 79% votariam em Lula e apenas 1%, em Bolsonaro. Outros 12% escolheriam Ciro Gomes (PDT-CE), 3%, João Doria (PSDB-SP), e 5% votariam branco ou nulo.