Judeus pela Democracia soltam nota de repúdio contra Bolsonaro por encontro com extremista alemã

Bolsonaro entre Beatrix von Storch e seu marido Sven von Storch

As instituições que formam os Judeus pela Democracia, soltaram uma nota de repúdio, me conjunto, por causa do encontro que Bolsonaro e membros de seu governo tiveram com a política extremista da Alemanha e neta do ministro de Hitler.

O documento foi postado nas redes sociais nesta quarta-feira (28) e foi longo, com várias laudas, para relembrar todos os episódios que o governo Bolsonaro se mostrou próximo de supremacistas alemães. “Mais um episódio lamentável”, diz trecho da nota.

A carta é uma resposta ao encontro de Bolsonaro com Beatrix Von Storch, deputada alemã, pertencente à extrema-direita e que é neta do ministro de Hitler. Além do próprio presidente, outros nomes ligados ao governo se encontraram com a extremista, como o ministro Marcos Pontes.

Além deles, deputados bolsonaristas também fizeram questão de aparecer com a deputada, como Bia Kicis, que até tentou justificar o encontro como sendo para debater valores cristãos.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!