Justiça Ciclópica. Por Renato Aroeira