Kleber Mendonça Filho compartilha crítica bizarra de MamãeFalei a Bacurau

Kleber Mendonça e MamãeFalei. Foto: Reprodução/Twitter

Em janeiro, o deputado Arthur do Val, o Mamãe Falei, viralizou nas redes por uma crítica bizarra a “Bacurau”, longa dirigido por Kléber Mendonça Filho.

Conta a história de uma pequena cidade nordestina que desaparece do mapa após a perda de sua matriarca. A vida no sertão e as dificuldades do povo nordestino são retratados.

No vídeo, Mamãe Falei diz que não enxergou no filme a “verbalização da afirmação nordestina”. E ainda deu um exemplo de diálogo para lá de controverso que gostaria de ter visto no longa de Kleber Mendonça Filho.

“Faltou verbalização da afirmação nordestina”, diz o atual candidato a prefeito de SP representando a extrema-direita.

“O filme não é sobre o nordestino ali, resistindo e dando pau no americano? Faltou ali o Lunga com uma peixeira falando pro americano [forçando um sotaque nordestino]: ‘agora tu tá fudido, rapá. Eu passei a vida inteira comendo rapadura, passando sede aqui, pra abaixar a cabeça pra um comedor de chucrute?’. Aí alguém fala: ‘não, não é comedor de chucrute, isso daí é alemão’. [volta a forçação do sotaque] ‘Ah, mas tanto faz, comedor de bacon, então’. Faltou isso, cara”, disse.

Aproveitando a deixa da eleição, já que o deputado estadual é candidato pelo Podemos, o diretor compartilhou um post de janeiro, em que Rafael Capanema diz que Bacurau é um filme excelente, mas seria ainda melhor com essa sugestão de MamãeFalei.

“Sensacional”, comentou Kleber Mendonça Filho.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!