Lady Gaga homenageou todas as mulheres estupradas. Por Nathalí Macedo

Till It Happens To You trata de estupros em universidades, e você pode ver no Netflix
Till It Happens To You trata de estupros em universidades, e você pode ver no Netflix

Till It Happens to You, de Lady Gaga, não ganhou o Oscar de melhor canção original no documentário The Hunting Ground (Terreno de Caça), mas a tocante apresentação da canção durante a cerimônia representa a importância e a sensibilidade deste documentário que, com ou sem Oscar, merece o nosso tempo.

(Aqui, o vídeo.)

The Hunting Ground fala sobre abuso sexual nas Universidades americanas e denuncia o silenciamento das vítimas que buscavam ajuda dos reitores de suas respectivas universidades e eram meticulosamente culpabilizadas:

“Você tem certeza que disse não?” “Como você estava vestida?” “Se você pudesse viver novamente essa situação, o que teria feito para impedi-lo de transar com você contra a sua vontade?”

Na geração do “o mundo está ficando chato”, nós sabemos, um documentário como este representa – e glorifica – este que é mais que um direito, mas uma obrigação irrenunciável de denunciar nossas opressões e lutar contra elas, por nós mesmas e por nossas semelhantes.

Mas o fato é que, apesar disto, não é só por denunciar o posicionamento opressor de grandes universidades que The Hunting Ground merece um espaço no nosso HD interno. O que eleva este documentário em meio a outros documentários sobre abuso é a sensibilidade – esta sensibilidade de que tanto precisamos lançar mão ao tocarmos em assuntos tão delicados e pessoalíssimos como os abusos sexuais.

Se fosse preciso definir este documentário com apenas um adjetivo, eu diria: ele é honesto. Nada parece ter sido provocado ou forçado: todos os relatos tocantes, todos os sentimentos externalizados pelas vítimas diante das câmeras e até a retratação dos reitores que silenciaram vítimas de abuso – é tudo absolutamente honesto, tão honesto que nos sentimos realmente próximos daquilo de que o filme trata.

O documentário consegue nos despertar a empatia de que o mundo moderno tanto necessita: é possível enxergar cada oscilação sutil nas emoções das entrevistadas, é possível encará-las e perceber que seus dramas são reais e que não, nós não precisamos esperar que aconteça conosco – como cantou, emocionada, Lady Gaga – para falarmos sobre o abuso sexual.

A canção de Lady Gaga – não menos sensível e visceral que o próprio filme – foi interpretada pela cantora durante a cerimônia do Oscar numa apresentação emocionante. Till It Happens to You não ganhou o Oscar, mas cada mulher que já foi abusada sentiu-se presenteada e abraçada pela apresentação que representou, ao mesmo tempo, uma homenagem madura e um grito de guerra. Nós fomos representadas por cada agudo e pelas mulheres de mãos dadas reverenciando uma canção sobre abuso sob os olhos do mundo inteiro. Para nós, é suficiente – por enquanto, é claro.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!