Liderança de Lula torna Bolsonaro um desesperado. Por Fernando Brito

Liderança de Lula torna Bolsonaro um desesperado. Por Fernando Brito. Foto: Reprodução

Publicado originalmente no site Tijolaço

POR FERNANDO BRITO

Como todos esperavam, a nova rodada do Datafolha, que hoje apresentou os números das intenções de votos presidenciais, mostra que a tendência de alta do apoio a Lula não só já atingiu o suficiente para uma vitória em primeiro turno como tem espaço – demonstrado pelas simulações de 2° turno – para atingir números maiores que os que reproduzo na ilustração, que é o resultado de 58% alcançados pelo ex-presidente, calculado sobre o total de votos válidos, isto é, excluídos os nulos, exatamente como faz-se oficialmente. Os 31% de Bolsonaro, da mesma forma, alcançariam 34,8%.

Este é o espaço que Lula tem aberto à sua frente par a crescer mais, diante dos 48% alcançados em primeiro turno (que, apenas entre os válidos, já lhe dariam a vitória. com 52%). Escolher Lula no segundo turno, salvo uma mudança de tendências extraordinária, significa uma enorme propensão a dar-lhe o voto no primeiro, principalmente diante das ameaças golpistas do atual presidente, na tendência, já vista em várias eleições, a “liquidar a fatura”, quando um dos candidatos tem grande vantagem.

E, no primeiro turno, a disputa já fica próxima de um confronto direto. A soma dos votos de Lula e Bolsonaro corresponde a 71% do total, enquanto a de todos os outros candidatos fica em 17%.

Jair Bolsonaro, diante destes resultados, tende a tornar-se mais agressivo a cada dia e é preciso travar todos os espaços por onde ele possa se lançar a atos de força para evitar a derrota eleitoral que se desenha inevitável.

Há só uma via, e o povo a conhece.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!