Live das 5 – Roberto Jefferson vai entregar na cadeia os nomes da milícia digital de Bolsonaro

Alexandre de Moraes, Roberto Jefferson e Luis Roberto Barroso. Foto: Agência Brasil/Wikimedia Commons

Roberto Jefferson, que foi preso nesta sexta (13), é o assunto. AO VIVO. Sara Vivacqua analisa as últimas notícias e conversa com a especialista em segurança pública, Jacqueline Muniz. Moderação: Marília Beznos.

ENTENDA O CASO ROBERTO JEFFERSON

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), decretou a prisão preventiva de Roberto Jefferson.

Junto do mandado, o magistrado também determinou o cumprimento de busca e apreensão.

A justificativa é a suspeita de participação em organização criminosa digital para atacar a Corte e outras instituições.

Em vídeo recente divulgado nas suas redes sociais, Jefferson ameaça o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Barroso, e diz que sem o voto impresso não haverá eleição no ano que vem.

A informação havia sido veiculada por redes bolsonaristas no Twitter e agora confirmada.

VEJA A DECISÃO

Na decisão, Moraes afirma que o bolsonarista faz parte de uma “possível organização criminosa” que busca “desestabilizar as instituições republicanas”.

“Uma possível organização criminosa – da qual, em tese, o representado faz parte do núcleo político –, que tem por um de seus fins desestabilizar as instituições republicanas, principalmente aquelas que possam contrapor-se de forma constitucionalmente prevista a atos ilegais ou inconstitucionais, como o Supremo Tribunal Federal (STF) e o próprio Congresso Nacional”, escreveu o ministro.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!