Live das 5 – O que está por trás da absurda suspensão de vacinação para adolescentes por Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fala na CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid no Senado. Reprodução: Sérgio Lima/Poder360 05.06.2021

Queiroga é o assunto. AO VIVO. Fabrício Rinaldi estreia toda 5a feira às 17h com atualização e análise das principais notícias do dia. Entrevista com o médico epidemiologista Jesem Orellana e a deputada federal Marília Arraes. Moderação: Marília Beznos.

LEIA MAIS:

1 – Os pacientes viravam cobaias na Prevent Senior, diz jornalista

2 – DCM Ao Meio-Dia: O que está por trás das “novas regras do impeachment”; Leonel Radde e a quarentena eleitoral

Queiroga e sua coletiva patética

Numa coletiva de imprensa lamentável, o ministro da Saúde de Bolsonaro, Queiroga, seguiu o roteiro do extremista e disse que os estados estão vacinando muito rápido.

O titular da pasta disse que a aplicação da vacina contra Covid-19 em adolescentes foi feita de maneira “intempestiva” e criticou estados por não seguirem as orientações federais.

De acordo com Queiroga, estados estariam aplicando vacinas de outros fabricantes além da Pfizer, que é o único autorizado pela Anvisa para menores de idade. “Sigam a recomendação do PNI [Plano Nacional de Imunização], não apliquem vacinas que não têm autorização da Anvisa”, disse. “Não vamos aceitar isso. Temos compromisso com todos os brasileiros, mas em especial com os adolescentes, que são o futuro dessa nação”.

Segundo ele, quase 3,5 milhões de adolescentes já receberam o imunizante. “Três milhões e meio que receberam a vacina de forma intempestiva”, classificou.

Ontem à noite, a pasta suspendeu a vacinação para adolescentes sem comorbidades. Alguns estados já estavam aplicando o imunizante nessa população, enquanto outros previam começar hoje.

VEJA A LIVE DAS 5