Lula venceria Bolsonaro e Luciano Huck se as eleições fossem hoje

Lula em discurso na Faculdade de Direito na USP quarta-feira

Pesquisa Vox Populi realizada entre os dias 4 e 7 de dezembro mostra que, se eleição fosse hoje, Lula venceria. No primeiro turno, ele teria 43% dos votos contra 23% de Jair Bolsonaro. No segundo turno, Lula derrotaria o atual presidente com 51% da preferência dos eleitores, contra 29% de Bolsonaro. Dezesseis por centro não votariam em nenhum dos dois, e 5% não sabem ou não responderam.

Lula também venceria as eleições se o confronto no segundo turno fosse contra Luciano Huck — 47% a 23%. A pesquisa tem uma lacuna ao não questionar o eleitor sobre uma eventual disputa entre Lula e Sergio Moro, que já faz pré-campanha em várias cidades do Brasil, com outdoors em que aparece ao lado de Bolsonaro.

A pesquisa foi contratada pelo PT, e trata de outros temas além da eleição. Sobre a libertação de Lula, a consulta aos eleitores revela que 57% dos eleitores consideram que foi uma decisão justa. Trinta e dois por centro acreditam que não. Para 48%, a liberdade do ex-presidente é boa para o Brasil; 27% pensam o contrário.

Os pesquisadores perguntaram aos eleitores se consideravam que a condenação e a prisão de Lula foram injustas e tiveram o objetivo de afastá-lo das eleições de 2018 ou se, ao contrário, foram justas e se tratou de um processo normal. A maioria — 57% — concordou com a primeira frase. Para 34%, foi um processo normal, que não se misturou com a política.
Um dos dados que mais chamam a atenção é a percepção dos eleitores de que, se o nome de Lula estivesse nas urnas, ele venceria as eleições em 2018: 68% pensam assim.

Para 21%, Bolsonaro venceria as eleições mesmo com a participação de Lula. Isso significa que mesmo entre aqueles que dizem gostar de Bolsonaro — 28% —, há os que admitem que ele perderia as eleições para Lula.

Embora Lula tenha concluído seu mandato há praticamente nove anos, 51% entendem que o governo dele foi melhor ou muito melhor do que o de Bolsonaro. Por outro lado, 28% acham que o governo Bolsonaro foi melhor ou muito melhor do que o de Lula.

A maioria dos brasileiros — 62% — têm também a percepção de que a diferença entre ricos e pobres no país está aumentando. Só 10% acham que está diminuindo.

O Vox Populi entrevistou 2004 pessoas com 16 anos ou mais, em 119 municípios. Seu método de trabalho é diferente do da maioria dos institutos de pesquisa — as entrevistas são pessoais e realizadas na casa das pessoas. Hoje, há muitas consultas feitas por telefone ou na rua.

A íntregra da pesquisa pode ser conferida abaixo:

 

 

 

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!