Macron responde à baixaria de Bolsonaro contra ele e sua mulher: “As brasileiras devem estar com vergonha”

Macron e a mulher, Brigitte

Emmanuel Macron respondeu aos ataques baixos de Bolsonaro à sua mulher Brigitte, ridicularizada por Jair por ser 24 anos mais velha que o marido.

Macron foi duro, contundente, mas sem baixar ao nível do brasileiro.

Foi numa coletiva nesta segunda-feira, 26.

O presidente francês falou das “observações extraordinariamente desrespeitosas” de sua contraparte brasileira.

Para quem não se lembra, Bolsonaro comentou sobre a publicação de um usuário em sua página no Facebook que estava zombando da idade da primeira dama francesa.

“Não humilha cara. Kkkkkkk”, escreveu Jair.

“É triste, mas triste para ele e para os brasileiros”, disse Macron no G7 em Biarritz.

“As mulheres brasileiras devem estar envergonhadas. Como tenho muita amizade e respeito pelos brasileiros, espero que eles voltem a ter um presidente que se comporte à altura do cargo”.

Macron também mencionou o ministro brasileiro que o insultou.

Weintraub, o pitbull da Educação, o xingou de “calhorda oportunista”, entre outras coisas.

Macron enfatizou que jamais um ministro francês poderia insultar um líder estrangeiro.

O problema de Bolsonaro, sobretudo, é que ele não sabe ser gente.

O jornalismo do DCM precisa de você para continuar marcando ponto na vida nacional. Faça doação para o site. Sua colaboração é fundamental para seguirmos combatendo o bom combate com a independência que você conhece. A partir de R$ 10, você pode fazer a diferença. Muito Obrigado!